FALE CONNOSCO

Ana Antão

JOÃO Antão

ÂNGELA FERREIRA

Ana MACHADO

APDA - Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas
Av. de Berlim, 15 - 1800-031 Lisboa | Tel.: +351 218 551 359 | geral@apda.pt

MUNICÍPIO

O Município de Ílhavo, integrando a “Ria de Aveiro”, no Centro de Portugal, inclui duas cidades: Ílhavo e Gafanha da Nazaré. Com cerca de sete quilómetros de areais dourados, banhados pelo Oceano Atlântico, é também triplamente atravessado pela Ria: a norte pela entrada da barra, e, no sentido norte-sul, pelos Canais de Mira e do Boco. É a Capital Portuguesa do Bacalhau, tem “O Mar por Tradição” e é berço da mundialmente reconhecida e quase bicentenária Fábrica da Vista Alegre.

 

Nos canais da Ria praticam-se as atividades náuticas, a pesca, os desportos, a observação das aves e de outros valores naturais, que propiciam bons momentos, diferentes e únicos. Nas Praias da Barra e da Costa Nova, o Mar junta-se à terra de forma única e bela, sendo pretexto de múltiplos usos, sempre sob a luz, a cor e a referência do Farol da Barra e dos Palheiros da Costa Nova.

 

O Museu Marítimo de Ílhavo partilha a história épica da Pesca do Bacalhau à linha e o seu Navio-Museu Santo André conta a vida do arrasto. Também não foi esquecido o peixe vivo no seu habitat: o Aquário dos Bacalhaus. A Cultura no Município de Ílhavo vive-se com intensidade e com criatividade nos seus quatro espaços: Laboratório das Artes Teatro da Vista Alegre, Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré, Casa da Cultura de Ílhavo e Cais Criativo da Costa Nova.

 

A Fábrica da Vista Alegre marca presença nas mesas das casas reais europeias, exemplo do que melhor se faz em Portugal, contando a história da cerâmica ao longo dos últimos duzentos anos, bem representada no seu novo e extraordinário Museu, e encantando com as suas delicadas e requintadas criações artísticas.

 

Por falar em mesa, delicie-se com a extraordinária gastronomia, em que o peixe, de uma forma geral, e o bacalhau, de uma forma muito particular, assumem um papel preponderante, lado a lado, com o inconfundível Arroz Doce à moda de Ílhavo ou as Papas de Abóbora. Destaque também para o delicioso Pão de Vale de Ílhavo, ainda hoje cozido em fornos a lenha, pelas mãos das tradicionais padeiras, vizinhas dos inconfundíveis Cardadores, figuras únicas do Carnaval de Vale de Ílhavo.

 

Seja bem-vindo!